Quarta, 26 de Janeiro de 2022
30°

Pancada de chuva

Água Fria - BA

Geral Goiás

Caiado sanciona Pra Ter Onde Morar, lei que dá direito à moradia a 30 mil famílias

O governador Ronaldo Caiado sancionou a Lei n° 21.186 que institui o aluguel socia...

01/12/2021 às 08h45
Por: Redação Fonte: Secom Goiás
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Secom Goiás
Foto: Reprodução/Secom Goiás

O governador Ronaldo Caiado sancionou a Lei n° 21.186 que institui o aluguel social do programa habitacional do Estado, o Pra Ter Onde Morar, benefício que concede um valor mensal de R$ 350 para assegurar direito à moradia a famílias em vulnerabilidade social e estudantes.

A normativa foi publicada no suplemento do Diário Oficial do Estado, nesta terça-feira (30/11), e estabelece a transferência de renda para custear a locação de imóveis ou o pagamento da prestação da casa própria. A previsão do Governo de Goiás é contemplar 30 mil famílias goianas.

O Programa, coordenado pela Agência Goiana de Habitação (Agehab), utilizará a base do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) para atender os segmentos: pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica, estudantes da Universidade Estadual de Goiás (UEG) e beneficiários do Programa Universitário do Bem (ProBem). A proposta almeja favorecer o processo de inclusão social, aproximar o cidadão dos serviços públicos e combater a evasão escolar. 

A medida garante segurança habitacional e cria um mecanismo de alcance imediato para atenção às famílias em condições de pobreza e endividamento familiar. “Temos que proteger as famílias, dar condição de as pessoas morarem dignamente, viverem tranquilas e em paz”, declarou o governador Ronaldo Caiado.

A iniciativa inovadora visa combater, de maneira imediata, com subsídio para locação de imóveis, a falta de moradias, que em Goiás afeta cerca de 156 mil famílias, de acordo com o Instituto Mauro Borges (IMB).

O auxílio será concedido por um prazo de 18 meses, com possibilidade de prorrogação deste período. Ao longo do tempo da concessão, haverá acompanhamento social, com estímulo ao autossustento e recolocação no mercado de trabalho. Os recursos para garantir a ação são provenientes do Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás (Protege).

A atuação do Governo de Goiás será correlacionada a outras ações de políticas sociais para qualificação profissional, empreendedorismo, geração de renda, planejamento e educação financeira. De acordo com o presidente da Agehab, Pedro Sales, o programa atende casos mais urgentes que ferem a dignidade dos cidadãos goianos mais vulneráveis financeiramente. “Ao longo do tempo da concessão do benefício haverá, paralelamente, o acompanhamento social da nossa equipe, com estímulo ao autossustento da família e à recolocação no mercado de trabalho”, observa.

Critérios

Além de ser cadastrado no CadÚnico, os beneficiários devem atender às seguintes condições: ter mais de 18 anos ou ser emancipado; comprovar que reside no município pelo menos há três anos; para estudantes, ter frequência de 75% nas aulas.

Além disso, serão observados requisitos que estabelecem prioridades como estar em situação de moradia improvisada; ter perdido o financiamento imobiliário em virtude do não pagamento das parcelas; aluguel que comprometa valor igual a 50% ou comprometimento de 75% da renda em dívidas; ser portador de deficiência ou tenha no núcleo familiar pessoa com deficiência. “As famílias vulneráveis terão o apoio do Governo de Goiás para que não percam o teto”, disse o governador Ronaldo Caiado.

Serão atendidos preferencialmente ainda vítimas de violência doméstica; família monoparental; idosos; pessoas com renda familiar comprometida com dívidas formais; entre outros.

“São situações de extrema vulnerabilidade social que precisam ser atendidas”, salienta Pedro Sales. Dados do Cadastro Único do governo federal apontam que já havia em Goiás, em 2020, mais de 401 mil pessoas em situação de déficit habitacional, o que representa 5,7% da população.

Inscrições

O município de Aparecida de Goiânia foi escolhido para receber as primeiras inscrições do programa. Até a próxima quinta-feira (02/12), moradores aparecidenses podem realizar inscrição no Pra Ter Onde Morar. A Agehab já iniciou o cadastramento das famílias interessadas e os primeiros contemplados na nova linha habitacional do Governo Estadual receberão os cartões com o crédito de R$ 350 na segunda edição do Mutirão Iris Rezende, que será realizado nos dias 11 e 12 de dezembro.

Os interessados devem se inscrever pelo sitewww.agehab.go.gov.brou pessoalmente na sede da Agência, em Goiânia, na Rua 18-A, nº 541, Setor Aeroporto, das 7h30 às 17h30.

Dois postos de atendimento à população de também estarão ativos nesta quarta-feira e quinta-feira (1° e 02/12), em Aparecida, das 09h às 12h e das 13h às 17h, na Escola Estadual Irmã Angélica (Avenida Independência, Jardim Monte Cristo, Aparecida de Goiânia) e Escola Estadual Professor José Lopes (Rua 136, Jardim Tropical, Aparecida de Goiânia). Dúvidas e informações podem ser sanadas no telefone (62) 3096-5000.

Fonte: Secretaria de Estado de Comunicação (Secom)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Água Fria - BA Atualizado às 11h02 - Fonte: ClimaTempo
30°
Pancada de chuva

Mín. 22° Máx. 37°

Qui 36°C 20°C
Sex 36°C 21°C
Sáb 36°C 22°C
Dom 34°C 22°C
Seg 34°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Ele1 - Criar site de notícias