Sexta, 27 de Maio de 2022
20°

Pancada de chuva

Água Fria - BA

Geral Paraná

Mulheres e resistências será o tema da primeira Bienal de Arte da Unicentro

Há séculos as mulheres vêm resistindo em uma sociedade que, muitas vezes, as relega a um papel secundário, considerado menos importante do que as a...

26/01/2022 às 12h10
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
Compartilhe:
Foto: Unicentro
Foto: Unicentro

Há séculos as mulheres vêm resistindo em uma sociedade que, muitas vezes, as relega a um papel secundário, considerado menos importante do que as atribuições masculinas. Questionar as regras de comportamentos ditos como femininos ou masculinos é o artifício que permite o início da conquista das mulheres como sujeitos dignos de direitos iguais.

A partir dessas ideias, a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), por meio da Diretoria de Cultura, organiza a sua primeira Mostra Bienal de Arte com a temática “Mulheres: percursos de desobediência e resistência”.

O evento acontece durante todo o mês de março e a programação vai contemplar a temática de uma forma bastante diversa. “A I Mostra Bienal de Arte surge a partir da vontade de unir artistas de Guarapuava e da região no mesmo espaço, para que a comunidade tenha acesso às obras produzidas por eles”, explica a diretora de Cultura da Unicentro, professora Níncia Teixeira. “A Bienal, além de unir a arte e a cultura, também terá um viés científico, com a presença de pesquisadoras da área apresentando para a população suas produções”, destaca.

As inscrições para a exposição abrem no dia 3 de fevereiro e a montagem das produções aceitas acontece entre 1º e 4 de março. Os interessados em participar da Mostra precisam preencher um formulário disponibilizado nas redes sociais da Diretoria de Cultura da Unicentro e também enviar a proposta e os anexos para o e-mail [email protected]

ABREM ESPAÇO -As categorias científica, artística e cultural abrem espaço para a participação de artistas, alunos de escolas públicas e particulares, acadêmicos, comunidade e coletivos. A frase que inspira a exposição, servindo de norte para as produções inscritas, é “Eu não estou mais aceitando as coisas que eu não posso mudar. Eu estou mudando as coisas que não posso aceitar”, escrita pela professora, ativista e socióloga Angela Davis.

EXPOSIÇÕES- Os trabalhos inscritos na Bienal de Arte da Unicentro serão expostos em diversos locais de Guarapuava. “Os trabalhos serão expostos na Unicentro, de forma presencial, a partir de março. Também alguns trabalhos serão colocados para visitação no Centro Universitário Campo Real, Centro Universitário Guairacá e a UTFPR, que estão nos apoiando, cedendo espaço para que esses trabalhos sejam expostos”, diz a diretora de Cultura da Unicentro.

PARCEIROS -Entre as parceiras na realização da Mostra Bienal de Arte da Unicentro está a prefeitura de Guarapuava, através das secretarias municipais de Políticas Públicas para as Mulheres, e de Educação e Cultura. A secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Priscila Schran, comenta que, além de impulsionar os saberes e os fazeres femininos, a Bienal da Unicentro é uma oportunidade para o município explorar novas possibilidades em seus trabalhos em prol da população.

“A gente consegue agregar, congregar, unir todas essas mulheres em seus mais diversos saberes, na maior diversidade possível do que elas sabem e fazem bem. A questão especificamente da ciência vem também contemplar uma estratégia da Secretaria que é fazer um levantamento de todas as pesquisas realizadas aqui em Guarapuava sobre políticas para mulheres, representação feminina, sobre gênero”, explica Priscila. “Então, poder incluir isso, que já vinha como proposta da Bienal, é sensacional, traz também a visibilidade de mais um fazer feminino que está na ciência”, afirma.

MÊS DA MULHER -Aliado à programação da Bienal de Arte da Unicentro, a Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres pretende aproveitar o mês de março, em que se comemora o Dia da Mulher, para promover outras iniciativas a partir da temática. “Vamos uma consulta pública para que as mulheres possam nos dizer para o que é prioridade, o que faz sentido para elas enquanto promoção de política pública”, conta Priscila.

No dia 8 de março será lançada, também, a segunda edição dos cursos de Potencial Feminino, que é para profissionalização das mulheres, tanto para quem quer entrar no mercado de trabalho, como pra quem quer crescer onde já está trabalhando, em sua empresa.

“Vamos lançar um programa de liderança feminina, um programa acelerador, pois temos poucas mulheres políticas, dirigentes, presidentes de associações, sindicatos. Queremos acelerar a conquista do posto de liderança para as mulheres”, descreve Priscila.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Água Fria - BA Atualizado às 22h41 - Fonte: ClimaTempo
20°
Pancada de chuva

Mín. 21° Máx. 28°

Sáb 29°C 20°C
Dom 31°C 20°C
Seg 32°C 20°C
Ter 33°C 21°C
Qua 33°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Ele1 - Criar site de notícias